A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
Clique em uma letra para ver a lista das condições que iniciam com a respectiva letra.
Clique em “Índice da biblioteca” para voltar para a lista de todos os tópicos.

Entendendo a asma

A asma é uma doença que inflama e estreita as vias aéreas do pulmão. Não se sabe ao certo qual é a causa da asma, mas com a ajuda da equipe médica, você pode manter sua asma sob controle. Este folheto irá lhe explicar um pouco mais sobre o que acontece dentro dos seus pulmões quando você tem asma.

Pulmões sadios

Dentro dos pulmões existem vias aéreas ramificadas, feitas de um tecido elástico. Cada via aérea é envolvida por feixes de músculos.

À medida que se vai entrando mais para dentro dos pulmões, as vias aéreas vão ficando menores e terminam em aglomerados de minúsculas estruturas dilatadas em formato de saquinhos contendo ar (os alvéolos) que são cercados por vasos sangüíneos.

Quando você inspira (puxa o ar para dentro), o ar entra nos pulmões e caminha por dentro das vias aéreas até chegar nos saquinhos de ar (alvéolos). Quando você expira (solta o ar), o ar caminha de volta pelas vias aéreas, para fora dos pulmões. As vias aéreas produzem um muco que segura as partículas presentes no ar que você inspira. Normalmente, o muco é então varrido para fora dos pulmões para ser engolido ou expelido quando você tosse.

O que os pulmões fazem

O ar que você inspira contém oxigênio, um gás necessário para seu corpo. Quando esse ar chega aos sacos de ar, o oxigênio passa pelos vasos sangüíneos que cercam os saquinhos de ar (alvéolos). O sangue enriquecido pelo oxigênio sai dos pulmões e caminha por todas as partes do corpo. Enquanto o corpo vai consumindo oxigênio, o dióxido de carbono (gás eliminado na respiração) é produzido. O sangue carrega isso de volta aos pulmões. O dióxido de carbono deixa o corpo juntamente com o ar que você expira (solta). O processo de obtenção de oxigênio para o corpo e de eliminação de dióxido de carbono, chama-se troca gasosa.

Quando você tem asma: inflamação crônica

A inflamação crônica faz com que as vias aéreas fi quem mais sensíveis aos desencadeadores (ou gatilhos) do processo inflamatório.

Quando você tem asma suas vias aéreas são mais sensíveis do que as das outras pessoas. Isso significa que suas vias aéreas reagem aos chamados fatores desencadeadores (ou gatilhos) e tornam-se inflamadas. A inflamação torna as vias aéreas inchadas e estreitas. Esse é um problema crônico (de longo prazo ou repetitivo).

Pode ser que as vias aéreas não fiquem estreitas o bastante para que você perceba o problema respiratório. Mas a inflamação faz com que os pulmões fiquem mais sensíveis: as vias aéreas inflamadas reagem aos fatores desencadeadores ainda mais facilmente, causando uma crise de asma.

Sintomas de inflamação crônica

Você pode não perceber os sintomas, ou pode ter sintomas leves, como por exemplo:

  • Tosse

  • Aperto no peito

  • Falta de ar

  • Chiado

  • Falta de energia

Efeitos de inflamação crônica

Ao longo do tempo, uma inflamação crônica leve pode levar à cicatrização permanente das vias aéreas e perda da função do pulmão. Isso pode levar a problemas de respiração permanentes. Por essa razão é que a asma deve ser tratada mesmo que não haja sintomas.

Quando você tem asma: crises moderadas

Quando as vias aéreas sensíveis são irritadas por algum gatilho (fator desencadeador), os músculos ao seu redor ficam tensionados (espasmo brônquico). Isso aperta as vias aéreas fazendo com que elas fiquem mais estreitas. O revestimento interno das vias aéreas incha. O muco fica mais grosso, pegajoso e começa a obstruir as vias aéreas. Tudo isso prejudica a função do pulmão, isto é, faz com que fique mais difícil esvaziar os pulmões. Você tem que fazer força para continuar a respirar e puxar o ar necessário para dentro dos pulmões.

Sintomas de crises moderadas

Os seus sintomas podem incluir o seguinte:

  • Tosse, especialmente à noite;

  • Sensação de cansaço ou perda de fôlego facilmente;

  • Chiado (um chiado de assobio, especialmente quando se expira);

  • Aperto no peito;

  • Respiração rápida mesmo em repouso.

Durante uma crise intensa, a via aérea é bloqueada por causa da quantidade do muco, inchaço e espasmo do músculo.

Quando você tem asma: crises intensas

Uma crise que põe em risco a vida é causada por graves espasmos musculares, inchaço intenso e grandes quantidades de muco grosso e pegajoso. Todas essas coisas agindo em conjunto bloqueiam a via aérea. O funcionamento do pulmão é gravemente prejudicado. O gás que deveria ser eliminado (dióxido de carbono) fica preso no alvéolo e não ocorre troca gasosa. O corpo não obtém oxigênio suficiente. Sem o oxigênio, os tecidos do corpo, especialmente os tecidos cerebrais começam a morrer. Caso isso continue por um longo tempo, pode ocorrer lesão cerebral ou morte.

Sintomas de crises intensas

Procure um atendimento de urgência (911), caso apresente alguns dos sintomas abaixo:

  • Grande dificuldade para respirar;

  • Não ter fôlego suficiente para conseguir falar uma frase inteira ou atravessar uma sala;

  • Lábios ou dedos das mãos azulados;

  • Sensação de que irá desmaiar a qualquer momento.

© 2000-2022 The StayWell Company, LLC. Todos os direitos reservados. Estas informações não pretendem substituir cuidados médicos profissionais. Siga sempre as instruções do seu profissional da área de saúde.